Anemia: O que o ferro tem a ver com tudo isso?

imagem-sobre-anemia

Você já ouviu dizer que, se o diagnóstico é anemia, basta uma dieta rica em ferro para resolver o problema? Então esse artigo é para você (e pra quem disse isso!).

Vamos entender melhor o que é anemia, quais as suas causas e sintomas. E o que o ferro tem a ver com tudo isso!

O sangue circula por todo o corpo, pois é responsável por abastecer órgãos e tecidos com nutrientes e oxigênio, por exemplo. Em sua composição, entre outros elementos, estão os glóbulos vermelhos (ou hemácias): células que transportam o oxigênio através da hemoglobina e dão o aspecto avermelhado para o sangue.

A anemia é justamente a redução da quantidade glóbulos vermelhos (Hemácias) e ou de hemoglobina no sangue. Por isso um dos principais sintomas é a palidez na pele.

Mas anemia não é uma doença: ela é um sinal de que algo está errado no organismo, alertando inclusive para a presença de dezenas de doenças diferentes.

Causas

A anemia pode ser provocada devido a três motivos distintos:

  1. Diminuição da produção de glóbulos vermelhos, pela deficiência de ferro ou outro nutriente essencial, por exemplo.
  2. Destruição de glóbulos vermelhos, devido à presença de doenças autoimunes, por exemplo.
  3. Perda de sangue, após trauma físico ou hemorragia.

Boa parte dos casos de anemia, principalmente entre crianças e mulheres em fase de reprodução, é a falta de alimentos ricos em ferro na dieta, que ocasionam a redução na produção de hemácias (primeiro motivo da nossa lista).

Sintomas

Os sintomas da anemia podem variar de acordo com sua gravidade, velocidade e níveis de hemoglobina no sangue e incluem:

  • Cansaço e fraqueza: atividades simples podem ser exaustivas;
  • Palidez na pele (cutânea);
  • Parte interna da pálpebra na cor da pele (quando saudável, tem aparência bem avermelhada);
  • Palpitações;
  • Dor no peito;
  • Falta de ar,
  • Tonturas e hipotensão;
  • Dificuldade de concentração e raciocínio.

Diagnóstico

Com ou sem apresentar sintomas, o doutor poderá solicitar o exame de sangue chamado hemograma. Trata-se de um exame de rotina que deve ser feito periodicamente. O diagnóstico, portanto, é realizado por meio da dosagem das hemácias no sangue, considerando basicamente os valores de hemoglobina e do hematócrito (porcentagem de glóbulos vermelhos presentes no sangue total).

Contudo, a descoberta da anemia significa percorrer apenas parte do caminho. Falta ainda entender a causa da anemia. Dezenas de doenças podem ser as desencadeadoras do problemas, entre elas câncer, infecções e doenças do trato intestinal.

Tratamento

O tratamento pode ser realizado à base de medicamentos ou mudanças de hábitos alimentares. Importante ressaltar que, um tratamento baseado na reposição de ferro sem a identificação da causa exata da anemia pode elevar a quantidade de hemácias temporariamente, causando a impressão de que o problema foi solucionado e atrasando o diagnóstico da real doença.

Apenas um doutor é capaz de identificar o problema e receitar o medicamento correto para sua causa. No caso de anemia por perda de sangue, a transfusão é fundamental e resolve o problema!

Dicas do Bem

A anemia não é um problema de difícil tratamento, mas pode causar complicações severas caso não seja diagnosticada ou tratada corretamente. Entre os problemas estão o retardamento no crescimento e a diminuição na capacidade de aprendizado. Pensando nisso, preparamos 3 dicas que podem ajudar:

  1. Mantenha uma dieta balanceada e rica em ferro, nutriente presente em alimentos de origem vegetal e animal. A carne vermelha e branca e o agrião e a couve são bons exemplos de fontes de ferro.
  2. Consuma frutas cítricas, como o limão, durante as refeições. O ácido ascórbico, presente nesses alimentos, pode ajudar na melhor absorção de ferro em alimentos de origem vegetal. Incorpore eles a sua dieta!
  3. Não aceite apenas o diagnóstico de anemia: procure entender melhor as causas e realize todos os exames necessários para entender o sinal.

Para mais informações, consulte um Doutor do Bem!

Posts relacionados

2 Responses

Deixe uma resposta