Apague esta ideia! – Dia Mundial sem Tabaco

infográfico sobre cigarro e seus malefícios

Os efeitos do tabaco em nossas vidas

Imagine a população inteira do Rio de Janeiro morrer a cada ano. Imagine que todo este município fique sem população. Praias vazias, monumentos naturais vazios, cidade deserta. A imagem que se forma realmente lembra um filme de terror – ou alguma situação pós apocalíptica.

Parece improvável, mas isso acontece! Aproximadamente 5 milhões de pessoas morrem por ano em decorrência de doenças causadas por cigarros, charuto ou cachimbo. Se colocássemos todas elas no mesmo município, a imagem que descrevemos seria real.

Considerada a principal causa de morte evitável do mundo, estima-se que o número de fumantes é de aproximadamente 3 bilhões de pessoas acima de 15 anos. Hoje sabemos que 47% da população adulta masculina é fumante e até 12% da população feminina acende seu cigarrinho diariamente.

Já descobrimos que o cigarro está relacionado com 50 doenças, entre elas a maioria são tipos de câncer, como o de pulmão (90% das mortes está associada ao cigarro), boca (30% das mortes), laringe, 25% das mortes por coração ou derrame também têm sua raiz no cigarro e 85% das mortes causadas por enfisema e bronquite também entram nessa causa. É muita coisa, né?! Agora um número ainda mais desesperador: se não nos atentarmos a isso, em até 20 anos podemos chegar em 10 milhões de óbitos por ano.

A fumaça do cigarro

Se considerarmos a fumaça do cigarro, ainda temos algumas surpresas. Você já se sentiu incomodado pela fumaça perto de alguma fogueira ou incêndio, ou se queixou da poluição? Acredite se quiser, as toxinas emitidas pela fumaça dos cigarros pode ser tão tóxicas quanto ou ainda mais prejudiciais à saúde. Para você ter ideia, a brasa do cigarro chega a atingir 1000°C, e a cerca de 1,5cm da ponta, a temperatura atinge 3000°C.

Indo um pouco além da temperatura do cigarro, precisamos discutir também as substâncias provenientes em cada tragada. São cerca de 4,7 mil substâncias tóxicas, muitas delas cancerígenas, que afetam diretamente o seu organismo: como polônio radioativo, chumbo e arsênio. Vale lembrar também que dentre as substâncias encontradas no cigarro, existe cerca de 2mg de metais pesados – cuja vida média no organismo gira em torno de 10 anos. Isso significa que um indivíduo que fuma um maço por dia já ingeriu cerca de 0,150kg de substâncias pesadas.

O monóxido de carbono (CO), presente nas fumaças de carros e caminhões também está entre as substâncias tóxicas encontradas no cigarro. Ele se liga à hemoglobina, impedindo a oxigenação sanguínea.

Um fato interessante e assustador é que, ao inalar a fumaça do cigarro, a nicotina consegue chegar mais rápido ao cérebro do que a própria cocaína.

Uma vez no cérebro, ela causa um efeito de prazer e relaxamento, pois sua presença libera substâncias específicas para esse fim – como neurotransmissores como a dopamina. Na circulação sanguínea são liberadas catecolaminas. Todas essas substâncias podem levar a estados de relaxamento e bem estar.

Quanto mais o indivíduo fuma, mais o efeito estimulante e tranquilizante do cigarro causa a dependência psíquica e física, chegando a um grau tão intenso que pode causar sensações desconfortáveis em caso de abstinência.

Quando ingerida em doses excessivas, a nicotina pode levar a sintomas como náuseas, dores de cabeça, vômitos, convulsões e até a morte. De tão perigosa que é, essa substância costuma ser utilizada como inseticida agrícola, ou vermífugo na pecuária.

Qual o impacto financeiro na vida de um fumante?

Se os malefícios a saúde não foram o suficiente pra você repensar o seu hábito de fumar, vamos colocar a mão no bolso.

Hoje, um cigarro barato vendido à unidade sai por volta de R$0,25. Sendo assim, um maço pode sair algo em torno dos R$5,00. Um indivíduo que fuma um maço de cigarro por dia gasta diariamente R$5,00. No mês, esse valor pode girar em torno dos R$150,00. Ainda multiplicando nessa lógica, sem desconsiderar o valor do maço de cigarro do fumante ou dos ajustes que acontecem ao longo do ano, o valor anual gasto com cigarros é de R$1.800,00. Caso você ainda opte por cigarros mais caros, acrescente 50% do valor no cálculo realizado.

Se uma pessoa fumar ao longo de 20 anos seguidos, o valor gasto com cigarros é semelhante ao investimento em um carro popular com alguns acessórios.

Fumantes passivos, cuidado!

São chamados de fumantes passivos pessoas que convivem frequentemente com indivíduos que fumam próximos a elas. Muito cuidado ao fumar próximo de pessoas que não tem este hábito.  Esses fumantes passivos têm cerca de 30% mais riscos de câncer de pulmão e 24% mais riscos para infarto do miocárdio.

Apesar do dinheiro gasto e dos problemas de saúde no âmbito respiratório, pulmonar e cardiovascular, o uso de fumo também pode aumentar as chances do indivíduo apresentar disfunção erétil e impotência sexual. Para somar à essa lista trágica, ainda acrescentamos: cada cigarro diminui 11 minutos de vida.

Agora que já estão claros os malefícios que o fumo pode causar, principalmente a médio e longo prazo, saiba o que você ganha ao cortar esse hábito. Logo em 20 minutos, é possível perceber melhorias na frequência cardíaca e pressão arterial. Com o passar das horas, o nível de oxigênio do organismo se normaliza.

Em apenas dois dias, é notável a mudança do paladar, que volta a ser apurado. Em três semanas, sua circulação sanguínea e respiração ganham uma melhora significativa.

Com o passar dos anos, entre 5 e 10, você passa a ter cada vez menos chances de sofrer um infarto no miocárdio – os números se assemelham aos de uma pessoa que nunca fumou.

Todos esses ganhos da saúde já justificam o corte do hábito. Se for seu desejo, recomendamos que busque um clínico geral ou pneumologista para ajudar nessa tarefa.

 

Para facilitar esse processo, utilize o Consulta do Bem! Ficaremos felizes em ajudá-lo. Sabemos que abandonar o cigarro nem sempre é uma tarefa fácil, mas todo o trajeto vale a pena se considerarmos os ganhos na saúde e no bolso! :)

E para ajudarmos ainda mais nessa luta contra o tabaco, veja o infográfico que preparamos com muito carinho para nossos Leitores do Bem:

fumo, dia mundial sem tabaco, cigarro

Vamos juntos vencer essa luta contra o tabaco! :)

Posts relacionados

Deixe uma resposta