Como identificar um AVC?

Como identificar um AVC?

Também conhecido como derrame, o Acidente Vascular Cerebral é um dos problemas de saúde mais preocupantes da atualidade. Juntamente com o infarto, ele encabeça o ranking de doenças que mais matam em todo o mundo, atingindo 15 milhões de pessoas por ano.

O AVC se caracteriza pelo entupimento ou o rompimento de um vaso sanguíneo que irriga o cérebro, provocando sua paralisia por falta de circulação sanguínea adequada e pode ocorrer em diferentes partes do cérebro.

Você já se perguntou por que a doença é chamada de acidente? A realidade é que ele pode ocorrer de forma repentina, isto é, a qualquer momento. Contudo, alguns sinais revelam sua presença e ajudam a identificá-lo rapidamente, especialmente se você tem algum conhecido com perfil de risco. Lembrando que os sintomas variam conforme a região do cérebro afetada. A maioria apresenta pelo menos dois dos sintomas mais comuns.

Fique preparado e aprenda identificar um AVC através de seus sinais:

  Preparamos um infográfico especial para você identificar esse acidente!

Infográfico AVC

 

  • Dor de cabeça intensa, repentina e sem causa aparente;
  • Dormência ou redução drástica e visível da força em um dos lados do corpo, o que fica tão claro que torna-se difícil ficar em pé ou sentado, uma vez que os membros de um dos lados precisam ser arrastados, ou levantar os dois braços ao mesmo tempo;
  • Paralisia de um lado da face. O rosto fica assimétrico, entortando a boca ou tornando a sobrancelha caída, por exemplo;
  • Dificuldades na fala, de forma que torna-se difícil ser compreendido por outras pessoas, ou seja, a fala fica embolada, lenta e baixa;
  • Perda no controle de alguns movimentos, como tremores;
  • Perda da sensibilidade (tato) de uma parte do corpo;
  • Alterações na visão;
  • Tontura ou falta de equilíbrio;
  • Confusão mental;
  • Sonolência;
  • Perda de consciência.

Em caso de suspeita, é recomendado chamar o SAMU imediatamente. Um teste batizado como SAMU pode ajudar a atestar essa necessidade:

  • SORRIA: peça para a pessoa sorrir e verifique se o sorriso está assimétrico.
  • ABRAÇO: como é difícil levantar os dois braços, perceba se há força falta de força em um dos braços.
  • MÚSICA: como a falta fica embolada, observe se o canto da pessoa é inteligível.
  • URGÊNCIA: caso ela apresentar algum desses sintomas, ligue para o 192. O socorro deve ser imediato para minimizar os danos.

Embora seja chamado de acidente, a grande maioria dos casos de AVC pode ser evitada! Para isso, é preciso controlar seus fatores de risco, como o tabagismo, obesidade e pressão alta, além da diabetes.

Quer ter acesso à solução completa de saúde? Acesse: www.consultadobem.com.br 😉

Deixe uma resposta