Doença por vírus Ebola: conhecida pelo potencial letal!

Doença por vírus Ebola: conhecida pelo potencial letal!

Para começar… O que é Ebola?

A Doença por vírus Ebola é uma infecção viral nativa da África capaz de contaminar humanos e outros primatas, como os macacos e os gorilas.

Considerado um dos vírus mais letais conhecidos pelo homem, o vírus ebola apresenta taxa de mortalidade de até 90% e tem potencial de provocar surtos de grande escala, como ocorre atualmente na República Democrática do Congo, que declarou epidemia e já registrou dezenas de casos desde abril deste ano, de acordo com a OMS (Organização Mundial da Saúde).

O vírus é facilmente espalhado entre os seres humanos por meio do contato com fluidos corporais, como o sangue, saliva e secreções. Uso de agulhas sujas, sexo desprotegido ou o beijo também são meios de propagação da doença. Além disso, ele pode ser contraído tanto de humanos quanto de animais infectados.

Sintomas da Ebola

Os sintomas iniciais podem surgir entre 5 e 20 dias após a contaminação e incluem:

  • Febre;

  • Dor de cabeça;

  • Dor muscular;

  • Inflamação na garganta;

  • Calafrios.

Por suas características, podem ser facilmente confundidos com uma virose qualquer. Contudo, tendem a progredir para um quadro mais característico, que inclui náuseas, vômitos, diarreias e coceiras.

É nesse período que a doença se chega a seu momento mais contagioso, pois todos os fluídos e secreções são altamente contagiosos. Os sintomas, contudo, continuam evoluindo até chegar a sua fase mais grave – que inclui, entre outros sintomas, os seguintes:

  • Convulsões;

  • Falhas nos rins;

  • Problemas de coagulação.

Esses são os mais perigosos, pois podem resultar em hemorragias internas e externas que, por sua vez, podem levar ao óbito em duas semanas.

Diagnóstico e tratamento da Ebola

Como a doença pode facilmente ser confundida com outras doenças virais em suas fases iniciais, a única forma de realizar um diagnóstico preciso é por meio de testes sorológicos que identificam precisamente a presença do vírus no organismo.

A má notícia é que não existe tratamento ou vacina para o Ebola. Uma vez diagnosticada com a doença, a pessoa deverá ser mantida em quarentena, isto é, isolada para que o vírus não se propague, e fazer uso de anticoagulantes, ingerir bastante líquidos e medicamentos como antibióticos para tratar de infecções paralelas.

Como se proteger do vírus da Ebola?

Lavar as mãos com sabão ou passar álcool em objetos já é suficiente para inativar o vírus, que pode sobreviver inclusive no ar livre por vários dias. Por isso a higiene pessoal e manter-se longe do ambiente em que um paciente com a doença está são medidas tão importantes.

É preciso se preocupar com a doença Ebola no Brasil?

Nunca houve casos de infecção pelo vírus ebola no Brasil e, sempre que há notícias de surtos na África, o Ministério da Saúde prepara os portos e aeroportos brasileiros para que os navios e voos sejam monitorados e seus passageiros sejam avaliados antes de entrar no país. Por isso, o mais importante é tomar cuidado ao visitar países africanos!

Quer ter acesso à solução completa de saúde? Acesse nosso site: www.consultadobem.com.br 😉

Deixe uma resposta