Entenda os riscos da diabetes e como prevenir essa doença

pessoa realizando o teste de diabetes

Com a agitação da vida moderna, as pessoas passaram a acumular inúmeras obrigações diariamente e se viram no encargo de cumpri-las com a máxima rapidez e agilidade. O problema é que o acúmulo de tantos deveres acabou entregando uma população com altos níveis de estresse, sedentarismo e péssimos hábitos alimentares. Com todos esses fatores acabaram-se evidenciando as chamadas “doenças modernas”, entre elas a diabetes, doença causada pelo acúmulo de açúcar na corrente sanguínea e que merece a atenção de todos.

De acordo com a Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD), atualmente, no Brasil, existem 13 milhões de diabéticos. Pensando nisso, elaboramos esse artigo para falar sobre esse mal e as formas de preveni-lo. Acompanhe!

O que é e quais os principais sintomas da diabetes?

A diabetes é uma doença crônica caracterizada pela alta concentração de glicose no sangue. Ela acontece quando o hormônio insulina (que é produzido pelas células betas no pâncreas) não consegue desempenhar adequadamente o seu papel de fazer com que a glicose chegue até as células.

Seu diagnóstico, segundo a Associação Americana de Diabetes (ADA), pode ser feito através de quatro critérios:

  • Indivíduos que apresentam glicemia de jejum igual ou superior a 126 mg/dl;
  • Glicemia dosada 2 horas após a pessoa ter ingerido 75 mg de glicose (chamado Teste de Tolerância a Glicose GTT) com valores igual ou superior a 200 mg/dl;
  • Indivíduos que apresentam dosagem de Hemoglobina Glicada igual ou superior a 6,5%;
  • Pessoas que possuem sintomas clássicos de hiperglicemia ou crise hiperglicêmica com uma dosagem de glicose igual ou superior a 200mg/dl.

Com isso podemos dizer que o indivíduo apresenta diabetes.

Os principais sintomas que denunciam essa doença são: cansaço, fome e sede exageradas, visão turva, urina excessiva, cicatrização muito lenta de ferimentos e cãibras nos pés. O cansaço se deve ao fato das células não receberem a glicose que as forneceria energia, levando também a fome em excesso. Dessa forma, o organismo utiliza as reservas de gordura corporal, fazendo com que a pessoa necessite ingerir uma grande quantidade de alimento.

A partir do momento que o nível de açúcar no sangue está alto, o organismo procura uma forma de eliminar esse excesso, fazendo-o através da urina. Ao urinar demais o indivíduo acaba ficando desidratado, sentindo muita sede e consumindo enorme quantidade de água.

O alto nível de glicose também pode causar inchaço na retina, resultando em uma visão turva, podendo levar a cegueira permanente.

Por que é importante um diagnóstico precoce?

Para um tratamento satisfatório é preciso que o diagnóstico da diabetes seja feito o mais rápido possível. Se não tratada corretamente ou se diagnosticada tardiamente, a diabetes pode causar cegueira permanente, amputação de membros (devido à lenta cicatrização de feridas) e ao coma diabético, fazendo com que a pessoa venha a óbito.

Quais os tipos de diabetes?

Em suma, há duas classificações para a diabetes: tipo 1 e tipo 2. A tipo 1, acomete a minoria das pessoas com essa doença. Normalmente, o indivíduo já possui uma predisposição para desenvolver a diabetes tipo 1 (sendo essa uma doença autoimune) e infelizmente ela não pode ser evitada. Nesse caso o pâncreas não produz insulina, sendo necessário obtê-la através de doses injetáveis.

Já a diabetes tipo 2 pode ser prevenida, pois o pâncreas produz insulina. A doença acontecerá quando esse hormônio não cumprir com seu trabalho da forma correta, que é quando ele precisa lidar com enormes quantidades de glicose na corrente sanguínea.

Qual a importância da boa alimentação e prática de atividades físicas?

Felizmente a diabetes tipo 2 pode ser facilmente evitada com a prática de atividades físicas e bons hábitos alimentares. É sempre importante ressaltar que o açúcar deve ser consumido moderadamente. Evitar sucos artificiais, refrigerantes e outros alimentos com altos teores de açúcar é uma questão de saúde. Mesmo aqueles que não acusam açúcar em sua informação nutricional devem ser consumidos moderadamente.

As atividades físicas também são importantes para a melhoria da qualidade de vida do diabético, pois ajudam a baixar os níveis de glicose no sangue. Porém, é preciso atentar-se para a alimentação a fim de evitar a hipoglicemia. E então, o que você achou do nosso post? Aguardamos seu comentário! :)

Posts relacionados

4 Responses

Deixe uma resposta