Por que o surto de Caxumba em adultos é tão preocupante?

doutor examinando paciente de caxumba

Em uma manhã de 1963, a filha de Hilleman reclamou de dor na garganta. O modesto cientista apalpou a lateral do rosto da menina e percebeu um inchaço abaixo da mandíbula. Em muitos casos, aquele inchaço não passava de um problema doloroso, mas passageiro nas glândulas salivares. Mas ele sabia que às vezes causava surdez e outras sequelas. Resolveu, então, raspar o fundo da garganta da filha e levar a amostra para seu laboratório. Esse episódio marcou a descoberta da vacina da caxumba.

Embora a vacina tenha sido criada há mais de meio século, ainda vemos surtos da doença por todo o Brasil. Como isso é possível?

A vacina foi incluída nos calendários brasileiros gradualmente entre 1992 e 2002. Ou seja, as crianças nascidas desde então receberam a imunização.

Com a imunização das crianças, os adultos que não tomaram a sua dose da vacina se tornaram mais vulneráveis e, consequentemente, os alvos principais da doença. O problema? Por possuírem um organismo jovem e saudável, as crianças se curam com extrema rapidez. Os adultos não apresentam a mesma facilidade, por não estarem preparados para combater o vírus.

Mas o que é Caxumba?

Caxumba é uma infecção viral que afeta as glândulas parótidas, um dos pares de glândulas que produzem saliva. A doença pode aparecer em um lado ou em ambos os lados, apresentando inchaço doloroso na região.

Causas da doença

Causada por um vírus da família dos paramyxovirus, sua transmissão se dá por meio da saliva. Como o ser humano é o único hospedeiro do vírus, só é possível contraí-lo por meio de contato direto com a saliva da pessoa infectada, o que pode ocorrer no beijo, contato com talheres e copos ou em conversa muito próxima, por exemplo.

Uma vez infectada pela doença, a transmissão pode ocorrer entre 6 dias antes do início dos sintomas a 9 dias após.

Sintomas

Os primeiros sintomas começam a surgir de 14 a 25 dias após a contaminação.

No 1º dia: Febre, fadiga e desânimo.
No 2º dia: Dores no local, principalmente ao mastigar.
No 3º ou 4º dia: Inchaço na região.

Os principais sintomas são:

  • Inchaço doloroso nas glândulas salivares (uni ou bilateral)
  • Dor ao mastigar e engolir e, muitas vezes, perda de apetite
  • Febre, as vezes acompanhada de dor de cabeça
  • Fraqueza e fadiga

Tratamento

Não existe tratamento para expulsar o vírus do organismo. Em geral, como a maioria das infecções virais, o organismo combate a caxumba naturalmente, recuperando-se do vírus em duas semanas sem complicações.

A chave para recuperação é o fortalecimento do sistema imunológico. Dessa forma, o repouso é a principal recomendação, uma vez que o tratamento em si serve para controle dos sintomas, como o alivio das dores e desconforto.

Para aliviar as dores:

  • Utilize analgésicos;
  • Faça compressas quentes ou frias nas regiões do inchaço;
  • Substitua alimentos que exijam mastigação por sopas;
  • Evite alimentos que estimulem a produção de saliva, como frutas ácidas;
  • Beba muitos líquidos

Além disso, é importante manter-se em quarentena para evitar a transmissão da doença.

Possíveis complicações

Raras, mas potencialmente sérias, a maioria das complicações da caxumba envolve inflamação e inchaço em alguma parte do corpo: testículos, pâncreas (acompanhados de náusea a vômitos), ovários e seios, cérebro. Pode ainda causar meningite, se o vírus da caxumba infectar o sistema nervoso central ao se espalhar através da corrente sanguínea.

Além disso, a doença pode causar perda de audição e complicações no feto, caso a doença for contraida no primeiro trimestre de gestação.

A qualquer suspeita da doença, consulte um Doutor do Bem. E fique atento durante sua recuperação. Não hesite em contatar o doutor em caso de complicações como:

  • Febre a partir de 39ºC
  • Dificuldades para se alimentar
  • Confusão ou desorientação
  • Dor abdominal
  • Dor e inchaço nos testículos.

Prevenção

Quem já tomou a vacina ou contraiu a doença já está imune e não corre o risco de contraí-la novamente.

A vacina está disponível em qualquer UBS (Unidade Básica de Saúde). Apenas duas doses quando crianças são suficientes para proteção para toda a vida!


TABELA DE VACINAÇÃO

  • Primeira dose:                                   12º mês
  • Segunda dose:                                 De 4 a 6 anos
  • Dose em adultos não vacinados:  Até os 49 anos

Não é porque você não é mais criança que está livre da vacina! Na verdade, quando o assunto é caxumba, os adultos estão mais vulneráveis do que as crianças. Corra e tome a sua dose para não correr riscos. 

Posts relacionados

18 Responses

  1. Rosana Padilha

    Reparei em algumas imagens de pessoas com caxumba e o inchaço são nas laterais do rosto porque que em mim inchou na parte da frente do pescoço?

    1. Oi, Rosana! A Caxumba é caracterizada pela inflamação e pelo inchaço de uma glândula localizada no pescoço, mas algumas reações de doenças aparecem de forma diferente devido à cada tipo de organismo! Algumas variações são normais. Beijos!

    1. Oi, Arlete! Tudo bom? Existem raríssimas exceções em que o paciente fica com a sequela no rosto. Mas fique tranquila e não se desespere, porque a grande probabilidade é que volte tudo ao normal, ok? <3 Apenas certifique-se e garanta que você está tomando o cuidado necessário com o seu tratamento: faça bastante repouso, ingira bastante líquido e, caso sinta muita dor, faça uso do analgésico recomendado pelo seu médico!

  2. Boa noite.

    Estou com caxumba desde sábado passado, vai fazer 7 dias. Ainda com inchaço do lado direito, abaixo da orelha. Porém, não sentir febre nem nada. O inchaço aumenta quando ingiro frutas mais ácidas. No hospital, sábado passado, minha amilase deu 1614. É caxumba mesmo?

    1. Olá, Cleber! Apenas um profissional da saúde deve realizar o seu diagnóstico! Importante levar os resultados dos exames para o seu Doutor. A caxumba é algo super delicado, se não cuidado corretamente. Não deixe de buscar assistência médica o quanto antes!

  3. Ana Karina

    Estou com caxumba a sete dias, mais sinto muito dor, tomo analgésicos mais qua do passa o efeito da medicação a dor volta e é muito forte isso é normal na caxumba?

  4. Arlete cardoso

    Boa tarde minha irmã teve papeira e desde então de vez em quando os olhos ficam vemelhos e muita dor de cabeça hj ela foi no médico por favor alguém ja teve esse sintona aha risco de perda da visão isso pode ocorrer ..?

Deixe uma resposta