Tosse: tudo o que você precisa saber

Tosse: tudo o que você precisa saber

Que a tosse não é uma doença, todo mundo sabe. Mas o que exatamente é esse reflexo que, por vezes, causa desconforto e sempre surge como um sinal de que algo não anda bem? Se você quer entender como a tosse é causada e por quê, você está no lugar certo!

O que é tosse?

Antes vamos começar pela pergunta mais simples: o que é a tosse?

Como parte do nosso mecanismo de defesa pulmonar, a tosse desempenha papel fundamental na remoção de substâncias ou agentes indesejados do organismo. Ela ocorre quando esses agentes obstruem as vias aéreas, obrigando o cérebro a dar o comando para a contração muscular da região, especialmente do diafragma, como forma de desbloquear as vias aéreas e viabilizar a passagem de ar para a respiração.

A tosse é, portanto, um reflexo vital que visa defender os pulmões, expulsando corpos estranhos ou, em outras palavras, agentes irritantes. Entre eles estão: poeira, saliva, alimentos e outros agentes.

O engasgo

Um exemplo muito comum acontece quando o alimento, ao invés de ser direcionado para o esôfago até o estômago, acaba por descer pela laringe, o canal por onde o ar passa para chegar aos pulmões. A substância acaba obstruindo a passagem de ar provocando um engasgo. Por instinto, nosso corpo desencadeia o processo da tosse com o objetivo de expulsar o agente da região.

Quando a tosse não está relacionada a um processo de engasgo, ela pode ser considerada um sintoma de uma doença, desde um simples resfriado, até problemas mais graves como o câncer, e deve ser observada com muito cuidado em busca de sua causa.

Quais as principais causas da tosse?

Estimativas apontam que cerca de 90% dos casos de tosse são causados por resfriados. Os outros 10% variam entre as seguintes causas:

  • Doenças infecciosas, como pneumonia, tuberculose e coqueluche;
  • Bronquite aguda ou crônica (também conhecida como tosse do fumante);
  • Asma;
  • Rinite;
  • Sinusite;
  • Embolia pulmonar;
  • Insuficiência cardíaca;
  • Refluxo;
  • Efeitos secundários de medicamento.

Além disso, o frio assim como o fumaça do cigarro podem causar irritação das vias respiratórias e, consequentemente, a tosse.

Quais os tipos de tosse?

A tosse pode surgir de formas diferentes. De forma geral, existem quatro tipos de tosse:

  • Tosse com expectoração: a chamada tosse “carregada”, que vem com catarro, serve para limpar as vias respiratórias e é muito comum em casos de bronquite e enfisema;
  • Tosse seca: umas das suas causas é o próprio resfriado, sendo um dos primeiros sinais da doença. Desgastante e sem utilidade, a tosse seca não apresenta expectoração, é repetitiva e, muitas vezes, acaba por agravar as lesões existentes na região.
  • Tosse crônica: persistente, essa tosse dura meses e deve ser analisada logo no início, pois está relacionada a diversas doenças graves, como insuficiência cardíaca, pneumonia e câncer;
  • Tosse como efeito secundário do uso de medicamentos: alguns medicamentos, principalmente inibidores de enzima, de conversão da angiotensina, utilizados no tratamento da hipertensão, podem causar tosse. Neste caso, é preciso considerar outra alternativa de tratamento, se necessário.

Quando procurar ajuda médica?

A tosse é sempre um sinal de que algo precisa ser observado, principalmente se for persistente e frequente. Contudo, alguns sinais presentes na tosse devem deixar o paciente mais alerta para buscar ajuda médica. São eles:

  • Dificuldade para respirar;
  • Dor de cabeça;
  • Febre acima de 38ºC;
  • Muco com cor incomum ou sangue;
  • Perda de peso.

Como tratar a tosse?

Para cada tipo de tosse é recomendado um tratamento diferente, geralmente à base de medicamentos, e considerando sua causa. Expectorantes são comumente utilizados no caso da tosse com catarro, enquanto anti histamínicos são usados para combater a tosse seca.

Quais as complicações causadas pela tosse?

Mesmo sendo um sintoma comum, a tosse por si só pode causar alguns efeitos indesejáveis no corpo do paciente, especialmente quando muito frequente e forte. São eles:

  • Fadiga;
  • Dificuldade para dormir ou relaxar;
  • Dores no peito (devido ao esforço realizado no diafragma);
  • Lesão dos brônquios;
  • Lesão dos pulmões;
  • Hemorragia;
  • Fraturas nas costelas.

#DicadoBem para se livrar da tosse de forma natural

Nem sempre é necessário tomar medicamentos para combater a tosse. Para casos mais simples, em que a tosse não sugere nenhuma doença grave, ou mesmo para aliviar a tosse como sintoma, algumas ações caseiras podem ser seguidas para melhorar o bem-estar do paciente. Confira 7 Dicas do Bem que podem ajudar no processo:

  1. Beber chás e outras bebidas quentes, com açúcar e mel. O mel é um poderoso aliado por suas características, entre outras, anti-infecciosas. O açúcar, por sua vez, também contribui com a salivação;
  2. Fazer inalação. Essa prática ajuda a umedecer as vias respiratórias, trazendo alívio e contribuindo para o fim da tosse;
  3. Chupar pastilhas para a tosse;
  4. Beber bastante líquidos. Abusar da água e de sucos naturais para manter o corpo hidratado;
  5. Usar pomadas à base de óleos, como cânfora, na região;
  6. Manter a cabeça elevada durante crises de tosse;
  7. Evitar o cigarro.

Para saber mais, consulte um Doutor do Bem! Encontre um pertinho de você no www.consultadobem.com.br 😉

Posts relacionados

Deixe uma resposta