Toxoplasmose: sintomas, causas e tratamento!

Toxoplasmose: sintomas, causas e tratamento!

Toxoplasmose é uma daquelas doenças infecciosas causadas por parasitas. Nesse caso, um dos parasitas mais comuns do mundo: o Toxoplasma gondii. Onde ele vive? Ele é encontrado nas fezes de gatos, mesmo os de estimação, e alimentos contaminados.  

Se a pessoa for saudável de um modo geral, o sistema imunológico a defenderá bem contra as ações do parasita, mantendo-o inativo dentro do organismo e impedindo, assim, que a pessoa volte a ser infectada novamente por ele.

Contudo, a doença pode gerar complicações graves para pessoas com sistemas imunológicos enfraquecidos, capazes de infectar quase todas as partes do organismo humano, incluindo cérebro, músculos e até mesmo o coração.

No caso de mulheres grávidas, dependendo da idade gestacional, pode provocar aborto, parto prematuro, atraso mental, cegueira ou toxoplasmose congênita.

Causas da Toxoplasmose

Causada pelo Toxoplasma gondii, apesar de as formas mais comuns de contaminação pela doença seja o contato com fezes de gatos ou por meio da ingestão de alimentos contaminados, ela também pode ser adquirida das seguintes formas:

  • Ingestão de alimentos crus, como frutas e vegetais mal lavados, por terem tido contato com as fezes dos animais;
  • Consumo de carne mal passada ou crua quando contaminada pelo protozoário;
  • Utilização de utensílios de cozinha, como facas, contaminados;
  • Transplantes de órgãos contaminados;
  • Transfusões de sangue com o protozoário;
  • Durante a gestação, da mãe infectada para o feto.

Fatores de risco da Toxoplasmose

A contaminação pode acontecer com qualquer pessoa. Os fatores de risco estão geralmente relacionados ao enfraquecimento do sistema imunológico, por doença autoimune, por exemplo, uma vez que o paciente se torna mais vulnerável e tem dificuldade em combater o protozoário. Além disso, alguns comportamentos de risco podem aumentar as chances de contaminação, tais como:

  • Contato com fezes de gatos e outros felinos;
  • Ingestão de carne crua ou mal passada;
  • Ingestão de alimentos mal lavados;
  • Não ter o hábito de lavar as mãos antes de manusear os alimentos e refeições.

No caso da contaminação antes ou durante a gestação, há o risco de contaminação do bebê. Contudo, um tratamento adequado pode minimizar esse risco.

Sintomas da Toxoplasmose

Na maioria dos casos, o sistema imunológico é capaz de combater a doença antes que os sintomas iniciem. No caso de gestantes e pessoas com doenças autoimunes, esse quadro muda. Os sintomas que surgem podem incluir:

  • Dor de cabeça contínua;
  • Febre alta;
  • Dor muscular;
  • Fadiga.

No caso da toxoplasmose congênita, no entanto, os sintomas são muito mais graves e podem aparecer em qualquer idade, sendo comum na adolescência. Eles incluem:

  • Convulsões frequentes;
  • Retardo mental;
  • Perda de cabelo;
  • Olhos inflamados;
  • Cegueira.

Diagnóstico da Toxoplasmose

Para diagnosticar a doença, é preciso consultar um Clínico Geral ou Infectologista do Bem e realizar o exame de sangue para confirmar a presença do protozoário no organismo. No caso de gravidez esse procedimento é ainda mais importante: a doença, normalmente, é silenciosa na gestante, mas pode ser perigosa para o bebê.

Tratamento da Toxoplasmose

O tratamento para a toxoplasmose é feito por meio do uso de medicamentos antibióticos, capazes de eliminar o protozoário.

Durante a gravidez, é importante realizar o exame de sangue logo no primeiro trimestre e já iniciar o uso do medicamento o quanto antes, uma vez que, quanto mais avançada a gravidez, maiores os riscos de contaminação do bebê e, consequentemente, de má formação ou desenvolvimento da toxoplasmose congênita.  

No caso de o bebê desenvolver a doença congênita, o tratamento é feito após seu nascimento, também com o uso de antibióticos. Os problemas de má formação, no entanto, não têm cura ou tratamento. Por isso a importância do diagnóstico precoce.

Então, você já sabe: lave bem os alimentos antes de ingerir ou dê preferência para vegetais bem cozidos. E nada de manter contato com fezes de gatos.

Quer ter acesso à solução completa de saúde? Acesse: www.consultadobem.com.br 😉

Posts relacionados

Deixe uma resposta